Aprovada a fusão entre a Ardo e a Dujardin

12 SETEMBRO 2014
A fusão entre as empresas de congelados Ardo e Dujardin foi aprovada em todos os países onde ambas operam. O processo não estará concluído até 31 de dezembro, devido a um conjunto de trâmites legais e financeiros.

O grupo resultante desta fusão irá denominar-se Ardo e dedicar-se à comercialização de uma ampla gama de frutas, vegetais, condimentos e ingredientes ultracongelados. Com 20 unidades de produção, embalagem e distribuição em oito países europeus, incluindo Portugal, dará emprego a 3.800 pessoas. O volume de negócios estimado é de 815 milhões de euros, gerados com o cultivo, congelação e distribuição de 805 mil toneladas de produtos em todo o mundo.

Em Portugal, o grupo Ardo está presente através da Monliz – Produtos Alimentares do Mondego e Liz, uma unidade industrial de produção, embalamento e venda de produtos hortofrutícolas congelados, com cerca de 100 trabalhadores efetivos e até 135 trabalhadores sazonais. Situada e em Alpiarça, no coração do Ribatejo, aposta na colaboração com os produtores locais de ervilhas, courgettes, pimentos, brócolos e tomates, entre outros. Cerca de 70% da produção é destinada à exportação e o restante permite fornecer o mercado nacional.