Samsung acusa colaboradores da LG de vandalizar os seus equipamentos

19 SETEMBRO 2014
A Samsung acusou alguns colaboradores da LG, um dos quais de nível sénior, de terem deliberadamente danificado algumas das suas máquinas de lavar em duas lojas de Berlim, antes do início da IFA.

Num comunicado, a Samsung adianta que pediu às autoridades de Seoul para investigar os colaboradores da LG que, segundo garante, foram vistos a vandalizar vários modelos premium de máquinas de lavar Samsung. “É lamentável que a Samsung tenha de solicitar que um gestor de topo seja investigado pelas autoridades legais da Coreia mas é inevitável, uma vez que queremos apurar todo este incidente”, diz o comunicado.

Um porta-voz da LG disse à agência Reuteurs que Jo Seong-jin, o responsável máximo pela divisão de eletrodomésticos, foi uma das pessoas nomeadas pela Samsung. De acordo com a BBC, a LG terá reconhecido que os eletrodomésticos foram danificados mas defende que se tratou de um acidente e que os danos ocorreram porque as dobradiças dos produtos eram muito fracas. A BBC adianta que aqueles colaboradores estavam a examinar os produtos do concorrente e que se tinham oferecido a pagar por quatro máquinas, apesar de apenas duas terem ficado danificadas. “Se a nossa empresa tivesse a intenção de destruir produtos de um concorrente para prejudicar a imagem deste produto, não seria de bom senso ter os nossos gestores seniores diretamente envolvidos nesses atos. Esperamos que esta queixa não seja uma tentativa para prejudicar a nossa reputação”.

A polícia alemã terá questionado os envolvidos.

Com a cortesia da Revismarket.