Sonae SR aumenta vendas em 10% no primeiro trimestre

19 MAIO 2014
A Sonae SR, área de retalho especializado da Sonae que integra as marcas Worten, Sport Zone, MO e Zippy, reforçou a sua atividade em Portugal e no exterior durante o primeiro trimestre de 2014, alcançando um volume de negócios de 291 milhões de euros. Este valor representa um crescimento de 10% face ao verificado no período homólogo e traduz o reforço da quota de mercado na generalidade das insígnias em Portugal e Espanha.

Miguel Mota Freitas, CEO da Sonae SR, afirma que “os resultados do primeiro trimestre do ano demonstram o sucesso das iniciativas que implementámos na Sonae SR, pois conseguimos alcançar um forte crescimento em Portugal e alargar a nossa atividade internacional com a prossecução da nossa estratégia de crescimento com base em parcerias, franchising, exportações entre outras estratégias "capital light". As nossas insígnias estão a merecer uma preferência crescente das famílias nos vários mercados onde estamos presentes, o que se está a traduzir na melhoria dos nossos indicadores de atividade e rentabilidade. Nos últimos anos, realizámos um importante trabalho na melhoria das propostas de valor para os clientes e na reorganização e reforço da eficácia e eficiência das operações, o que nos deixou mais fortes e preparados para a recuperação económica.”

Entre as principais iniciativas estratégicas desenvolvidas no primeiro trimestre de 2014 está o desenvolvimento da estratégia omnicanal na Worten em Espanha, o novo conceito de loja Sport Zone em Espanha, o reposicionamento da MO com uma coleção totalmente renovada e as melhorias de produtos na Zippy.

Em Portugal, o volume de negócios da Sonae SR aumentou para 201 milhões de euros e o EBITDA alcançou um valor de quatro milhões de euros, uma recuperação significativa impulsionada pelo aumento do volume de negócios, pelas medidas operacionais implementadas e pelos ganhos de eficiência.

Internacionalmente, o volume de negócios da Sonae SR situou-se em 91 milhões de euros, crescendo mais de 15% quando comparado com o mesmo período de 2013. Este desempenho positivo foi potenciado pela reforço das atividades de exportação ("wholesale"), pelo crescimento do negócio de franquias que atingiu as 50 lojas, onde se já inclui a presença num novo país - a Arménia -, e pelo ajustamento dos modelos de negócio e propostas de valor de todas as marcas, com destaque para o mercado espanhol.