Coca-Cola quer reduzir custos em 2.300 milhões de euros ao ano até 2019

22 OUTUBRO 2014
Após ter perdido 13,6% no terceiro trimestre, a Coca-Cola quer implementar um plano de redução de custos, nos próximos cinco anos, no valor de 2.300 milhões de euros ao ano.

A multinacional vai também desenvolver outras medidas para fortalecer o seu crescimento, nomeadamente a racionalização da sua própria organização, com o reordenamento das suas engarrafadoras nos Estados Unidos da América até ao final de 2017, segundo a Europa Press.

Neste terceiro trimestre, a Coca-Cola perdeu 13,6%, acumulando uma queda de quase 8% nos seus lucros líquidos nos primeiros nove meses. Entre julho e setembro, os lucros líquidos foram de 1.655 milhões de euros, o que compara com os 1.939 milhões de euros do período homólogo de 2013. As vendas caíram 4% na América Latina e 2% na América do Norte, ao passo que cresceram 6% em África e na região da Eurásia, 5% na Ásia Pacífico e 1% na Europa.