Coca-Cola e Pepsi acordam reduzir açúcar nas suas bebidas

24 OUTUBRO 2014
As maiores fabricantes de “soft drinks” presentes no mercado francês, incluindo a Coca-Cola Services France, a Coca-Cola Entreprises, a PepsiCo France, a Orangina-Schweppes France e a Refresco France, que produzem 80% do volume de “soft drinks”, comprometeram-se a reduzir em 5%, até 2015, a quantidade de açúcar presente nas suas bebidas, através da assinatura de um acordo com o Ministério da Agricultura.

Este acordo contempla ainda deixar de anunciar na TV e na Internet nos momentos em que 35% ou mais da audiência for composta por crianças com 12 ou menos anos e reduzir o impacto ambiental das atividades de produção e comerciais até 2020, nomeadamente diminuir o consumo de água em 15%.

Não obstante o acordo, a Coca-Cola e a Pepsi continuam a contestar o imposto sobre as “soft drinks” que o governo francês aplica desde janeiro de 2012, considerando que “estigmatiza os produtos da categoria”. Este imposto tem estado na origem das tensas relações com o retalho pela erosão das margens. A taxa considera sete cêntimos por litro nas bebidas com açúcar ou adoçantes artificiais adicionados, o que levou a um aumento dos preços para o consumidor na ordem dos 6,3%.