Quinta de Soalheiro tem nova adega e sala de provas

29 OUTUBRO 2014
A Quinta de Soalheiro, pioneira na criação do vinho Alvarinho em Melgaço, renovou a sua adega, integrando-a na paisagem tipicamente minhota, e cria uma nova sala de provas.

O renovado espaço permitiu uma otimização da capacidade de vinificação com zonas específicas de fermentação e estágio. O enólogo, Luis Cerdeira, rosto mais visível desta adega, acredita que esta renovação foi o concretizar de um sonho familiar “permitindo um espaço que funcionalmente respeita a tradição vitícola e enológica, abrindo as portas à descoberta dos diferentes Soalheiros”.

A Quinta de Soalheiro, reforçando a aposta no enoturismo, cria uma nova sala de provas com ótimas condições para a degustação de uma visão abrangente dos principais perfis de Alvarinho - o Soalheiro Clássico, o Soalheiro Primeiras Vinhas e o Soalheiro Reserva - e ainda dos espumantes, o clássico Bruto e, mais recentemente, o Bruto Rosé, e também os ALLO e Soalheiro 9% que se distinguem pelo teor alcoólico moderado.

Segundo o comunicado, “integrando a Rota do Vinho Verde Alvarinho e partindo da nova estrutura, os visitantes podem usufruir da vista privilegiada sobre o Vale do Rio Minho e serras que o envolvem, podendo aventurar-se nas visitas guiadas, descobrindo nas próprias vinhas as várias dimensões da casa. Por forma a revelar o total potencial enogastronómico, o convite estende-se até à vizinha Quinta da Folga, onde os aguarda uma prova de fumeiro tradicional de Melgaço, iguarias feitas segundo receituário antigo e de forma artesanal, aqui com prévia marcação”.

Os vinhos da Quinta de Soalheiro são distribuídos pela Decante, uma distribuidora que constrói o seu portfólio com vinhos de produção familiar, de pequena e média dimensão.