Vendas da Pernod Ricard batem as expectativas

4 NOVEMBRO 2014
As vendas da Pernod Ricard superaram as expectativas e previsões iniciais, crescendo 2% no trimestre terminado em setembro. Estes resultados levaram o grupo francês a estimar que os lucros cresçam entre 1% e 3% no final do exercício que se concluirá em junho próximo, um valor que fica no mesmo intervalo do conseguido no ano passado, quando alcançou os 2%.

A região da Ásia-Pacífico vale cerca 42%das vendas e 43% dos lucros operacionais. A Pernod Ricard destaca a melhoria da tendência na China, não obstante este mercado continuar em declínio. As vendas cresceram 4% devido ao “trading down” de marcas premium como Martell Cordon Bleu, mas a faturação caiu 9%. Na Índia, as vendas do grupo francês cresceram 21%, catalisadas pela procura das suas 14 principais marcas e pelos whiskies indianos.

Na América do Norte, que é globalmente o maior mercado para as bebidas espirituosas, as vendas da Pernod Ricard espelhar a tendência de uma ligeira desaceleração, apesar de continuarem em crescimento. As vendas líquidas cresceram 3%, com a Jameson a somar 16% em valor e volume e a Glenlivet a crescer 6% em faturação e 5% em quantidades. Em contrapartida, os volumes de Absolut caíram 4%.

Já na Europa permanecem as tendências mistas, com as vendas a caírem globalmente 1%. Em França cresceram 2% e Espanha regressou a valores positivos pela primeira vez desde 2008.

Em África e no Médio Oriente, finalmente, as vendas cresceram 22%, não obstante o conflito no Médio Oriente e o surto de ébola em África.