Stevia adoça os europeus

14 JUNHO 2013

Desde que a União Europeia aprovou a utilização de Stevia para adoçar alimentos e bebidas que têm surgido diversas inovações de produto para capitalizar uma procura crescente por parte do consumidor.

De facto, de acordo com uma recente pesquisa da Mintel sobre adoçantes naturais, entre 2008 e 2012, a quantidade de novos produtos contendo Stevia colocados no mercado aumentou 400%.

Em 2012, 25% dos lançamentos com este adoçante ocorreram no mercado europeu, o que representa uma subida considerável face aos 4% de 2011. Este crescimento tem sido dinamizado por várias inovações, sobretudo ao nível das bebidas não alcoólicas, que representaram 31% do total de novos produtos com Stevia, e dos snacks (26%).

As preocupações com os níveis de obesidade também proporcionam uma oportunidade para este adoçante natural. Nos Estados Unidos, mais de metade dos consumidores acredita que os adoçantes naturais sabem melhor que as outras alternativas menos calóricas. Existem também sinais positivos para o futuro deste sector na oportunidade para responder à procura, por parte do consumidor, de mais produtos naturais. As pesquisas da Mintel mostram que 55% dos alemães, 47% dos britânicos, 45% dos franceses, 26% dos italianos e 22% dos espanhóis estão dispostos a experimentar novos produtos com adoçantes alternativos.