P&G vende a Duracell a Warren Buffett

13 NOVEMBRO 2014
A Berkshire Hathaway, o fundo de investimento do magnata Warren Buffett, vai comprar o negócio de pilhas Duracell à Procter & Gamble (P&G), em troca dos 4,7 mil milhões de dólares de participação que tem na empresa norte-americana.

A Berkshire possuía 52,8 milhões de ações da P&G a 30 de junho, o que lhe dava uma participação de 1,9%. O fundo tornou-se num dos maiores acionistas da P&G em 2005, aquando da compra da Gillette, na qual Warren Buffet tinha uma participação.

Quando o negócio estiver concluído, previsivelmente no segundo semestre de 2015, a Duracell terá 1,7 mil milhões de dólares em dividendo. A P&G confirmou, por sua vez, que irá investir 1,8 mil milhões de dólares na capitalização da Duracell, antes da transação.

Recorde-se que a empresa de bens de consumo comunicou em agosto que se iria desfazer de metade das suas marcas, tendo anunciado, no mês passado, a venda da Duracell para se focar noutras marcas de maior crescimento. A marca de pilhas e baterias representa 2,9% das vendas da P&G, o que compara, por exemplo, com os 5% da Pantene, segundo os analistas da Sanford C. Bernstein & Co.