MasterCard anuncia planos para acabar com o uso de códigos nos pagamentos online

13 NOVEMBRO 2014
A MasterCard anunciou a sua visão sobre os pagamentos online sem necessidade de introdução de código, que irá tornar a vida mais simples aos utilizadores de cartões, com segurança reforçada.

A empresa tem vindo a liderar a cocriação de um novo padrão de autenticação que, quando for adotado, representará a maior atualização ao nível da segurança nos pagamentos online. Este standard vai beneficiar da mesma forma consumidores, bancos e comerciantes, através de um sistema de autenticação invisível e muito menos dependente dos códigos de autenticação.

Em 2018, os pagamentos em dispositivos móveis deverão representar 30% do total vendas do retalho online e, desta forma, o novo standard deverá ultrapassar as simples infraestruturas baseadas em PC's, suportando as tecnologias emergentes e as novas necessidades de consumo.

A abordagem da MasterCard é utilizar dados cada vez mais “ricos” sobre o detentor do cartão, o que resultará em menos interrupções no processo de autenticação baseado em passwords no ponto de venda. E, no caso de qualquer necessidade adicional no processo de autenticação, o titular do cartão será capaz de se identificar com uma palavra-chave única ou usando sistemas biométricos por impressão digital, em vez de usar códigos estáticos memorizados. "Todos nós queremos ter uma experiência de pagamento tão segura como simples, sem necessidade de uma invalidar a outra. Queremos identificar as pessoas pelo que elas são, não pelo que elas se lembram. Temos muitos códigos para memorizar e isso cria problemas adicionais para os consumidores e as empresas", afirma Ajay Bhalla, presidente para as Soluções de Segurança Empresariais da MasterCard.

O novo protocolo está a ser criado em parceria com a Visa e poderá ser adotado já a partir de 2015, substituindo gradualmente o atual standard 3D Secure. Outras medidas que a MasterCard está aplicar com o objetivo de eliminar os códigos incluem a evolução do seu programa SecureCode, para suportar o novo standard, resultando numa experiência mais fluída, simples e segura para os detentores de cartões de pagamento; a realização de testes comerciais “piloto” para autenticação dos portadores de cartões baseadas no reconhecimento facial e em Apps de reconhecimento de voz e a realização de experiências que utilizam uma pulseira que autentica o titular de um cartão através do seu ritmo cardíaco.