Sonae investe 4,6 milhões de euros na automação de operações logísticas

18 NOVEMBRO 2014
A Sonae SR foi a vencedora do Prémio de Excelência Logística, que reconheceu o projeto de automação das operações logísticas das suas divisões de moda e desporto. A solução implementada no Centro Logístico da Azambuja envolveu um investimento de 4,6 milhões de euros e permitiu “melhorar a eficácia, qualidade e produtividade dos processos logísticos, facilitando o processo de internacionalização da Sonae e o desenvolvimento do negócio na vertente física e online”.

O projeto de automação consistiu no desenvolvimento de uma solução personalizada e diferenciadora, que assegura a capacidade necessária para responder aos desafios colocados pelo negócio tendo em conta uma estratégia omnicanal e de crescimento internacional, com uma gama alargada de artigos e diferentes formatos de negócio.

As mercadorias recebidas são descarregadas num sistema de tapetes automatizados, que tem capacidade para identificar os produtos em função da codificação standard colocada nas caixas, pelos fornecedores. O sistema permite o transporte, a preparação agregada e a distribuição automática dos vários artigos para cada encomenda, direcionando-os para a respetiva caixa que será transportada automaticamente para a zona de expedição e enviada para a loja ou parceiro, em Portugal ou no exterior, bem como para os clientes das lojas online ou multicanal.

A solução permitiu um aumento da capacidade de receção com uma redução de 90% do tempo gasto por contentor; uma maior eficiência no aprovisionamento com otimização de recursos decorrente do transporte automático e da otimização do percurso do aprovisionador; um aumento da capacidade de stockagem; e um reforço da capacidade de preparação com ganhos de eficiência totais de 250%. Na área de expedição foi possível alcançar um incremento de 60% da produtividade e aumentar a fiabilidade com a redução dos erros.

O Prémio Excelência Logística (PEL) é uma iniciativa da APLOG e da Logística Moderna e tem como objetivo distinguir, em cada ano civil, projetos na área da logística que pela sua importância e excelência tenham contribuído para promover o conhecimento, ajudando a alcançar elevados níveis de desempenho nos processos ou serviços através da implementação de projetos e/ou soluções que possam ser utilizados como exemplo e estímulo na procura de novos modelos de competitividade.