Portugueses antecipam compras de Natal

19 NOVEMBRO 2014
Os consumidores têm intenção de iniciar as compras de Natal mais cedo do que no ano passado, de acordo com o mais recente estudo do Observador Cetelem. A maioria dos portugueses (33%) prevê comprar os primeiros presentes um mês antes da consoada. Em 2013, a generalidade dos consumidores (34%) tencionava iniciar as compras com apenas duas semanas de antecedência. O estudo revela ainda que os centros comerciais são o local predileto para as compras de Natal.

Apesar da generalidade dos consumidores tencionar comprar os presentes um mês antes do Natal, há uma percentagem considerável (28%) que só pensa fazê-lo com duas semanas de antecedência. 13% dos portugueses vão deixar as compras para a semana que antecede a consoada, mas 4% já terão comprado os presentes. Uma minoria (2%) tenciona esperar pela época de saldos após o Natal para comprar os últimos presentes.

Quanto ao local de compra, tal como em 2013, as lojas de centros comerciais dominam a preferência dos portugueses (74%), seguidas pelos super ou hipermercados (46%) e as lojas de comércio tradicional (40%). Com menos relevância surgem depois a loja do chinês (8%), as grandes superfícies especialistas (7%) e as feiras ou mercados (6%). Muito residual é a compra por catálogo (1%) e pela internet (1%).

Os indivíduos entre os 55 e os 65 anos são os que mais optam pelos super ou hipermercados (38%) e pelas lojas de comércio tradicional (38%). Os consumidores de classes mais baixas também fogem aos centros comerciais: maioria dos indivíduos da classe D tencionam comprar nos super ou hipermercados (26%) e os da classe C2 preferem fazê-lo nas lojas tradicionais (45%).