Distribuição alimentar fatura 98.600 milhões de euros em Portugal e Espanha

24 NOVEMBRO 2014
A distribuição alimentar, considerando os hipermercados, supermercados e cash & carry, faturou 98.600 milhões de euros, em 2013, em Portugal e Espanha. Valor superior em 0,7% face a 2012 e que deverá crescer 1,7% mais este ano para os 103.000 milhões de euros, segundo os dados da DBK.

Em Portugal, o volume de negócios foi de 14.400 milhões de euros, 0,3% acima de 2012. As cinco principais insígnias presentes no mercado português geraram 75% das vendas. Já Espanha representou 85,4% do total, com 84.200 milhões de euros, com a quota conjunta dos cinco principais operadores a situar-se nos 45%.

No sector dos supermercados, o volume de negócios cresceu 2%, para os 75.670 milhões de euros, ao passo que os hipermercados reduziram a sua quota e viram a sua faturação cair 3,7%, para os 17.790 milhões de euros. Situação mais intensa no mercado espanhol. Dada a tendência de redução do cesto de compras e o aumento nas visitas às lojas, as lojas de proximidade estão a ser favorecidas.