Portugueses que utilizam cartão de crédito no Natal vão gastar mais

24 NOVEMBRO 2014
De acordo com o Observador Cetelem, as intenções de gastos com cartão de crédito para compras de Natal aumentaram consideravelmente face a 2013. No ano passado, os portugueses pretendiam gastar, em média, 262 euros com cartão de crédito, valor que subiu agora para os 360 euros, o mais alto em quatro anos.

Apesar do aumento do gasto médio, são menos os portugueses com intenção de pagar as compras de Natal com cartão de crédito: apenas 11% pensam fazê-lo, quando em 2013 eram 13%.

 O estudo revela ainda que, se em 2013 a maioria dos utilizadores de cartão de crédito (46%) pretendia gastar entre 100 a 249 euros nas compras de Natal, este ano a maior parte dos portugueses (30%) tenciona gastar mais (entre 250 a 500 euros). Há ainda uma percentagem considerável (8%) de consumidores que pretende gastar entre 500 e 1.000 euros e uma minoria (3%) que tenciona ir além dos 1.000 euros.

Os jovens entre os 18 e os 24 anos são os consumidores que menos possuem cartão de crédito (6%) e que menos tencionam utilizá-lo como forma de pagamento neste Natal (3%). A faixa etária dos 35 aos 44 anos é a que apresenta maior intenção de utilizar cartão de crédito: 37% possuem-no e 17% esperam utilizá-lo.

São os consumidores pertencentes à classe socioeconómica mais alta (AB) que mais têm cartão de crédito (60%) e que apresentam maior intenção de usar esta forma de pagamento nas compras de Natal (17%). Inversamente, apenas 4% dos indivíduos da classe mais baixa (D) possuem cartão de crédito e pretendem utilizá-lo para pagar compras de Natal.

Na análise por regiões constata-se que são os lisboetas quem mais possui cartão de crédito (31%) e são também os que mais pretendem utilizá-lo nas compras de Natal (13%). Pelo contrário, poucos portuenses dizem possuir cartão de crédito (9%) e apenas 6% tencionam recorrer a esta forma de pagamento durante a época natalícia.