Compra das lojas Sá pela Sonae adiada

24 JUNHO 2013

A compra, através de trespasse, pela Sonae dos Supermercados Sá terá de ser adiada. Segundo o Diário Económico, a Securitas, um dos credores do grupo madeirense Jorge Sá, apresentou recurso da decisão do Tribunal do Funchal que aprovava o Plano Especial de Revitalização (PER).

Fonte oficial da empresa de segurança privada confirma que, "na sequência do anúncio do Plano Especial de Revitalização do grupo Sá, no âmbito do processo de insolvência da mesma empresa, da qual a Securitas- Serviços e Tecnologia de Segurança, S.A., é um dos credores, a Securitas apresentou recurso no Tribunal da Relação de Lisboa". A mesma fonte justifica que recorreu por "discordar da decisão inerente ao referido Plano Especial de Revitalização".