Portugueses valorizam cada vez mais descontos diretos

4 DEZEMBRO 2014
De acordo com o Observador Cetelem, nesta época natalícia, e tal como no ano passado (66%), os descontos diretos nos produtos são a oferta mais valorizada pelos consumidores (68%). O cash back, que consiste no reembolso de parte do valor pago, reúne agora 42% das preferências, substancialmente mais do que em 2013 (27%).

No terceiro lugar da lista de ofertas mais valorizadas para pagar as compras de Natal está o crédito sem juros. Esta forma de pagamento, que no ano passado conquistava 12% dos inquiridos, interessa agora a 15% dos consumidores. Ainda que residuais, as mensalidades reduzidas (2%) e o início de pagamento dois meses após a compra (2%) são outras das opções tidas em conta na altura de comprar os presentes de Natal.

São os indivíduos entre os 35 e os 44 anos que mais valorizam os descontos diretos nos produtos (74%). Já os inquiridos entre os 25 e 34 anos revelam ser os maiores adeptos do cash back, com 50% dos consumidores a escolher este tipo de oferta.

O estudo revela ainda que 44% dos portugueses tencionam utilizar cartão de fidelidade nas compras de Natal, um pouco menos do que em anos anteriores. Nos últimos anos o número de consumidores a usar cartão de fidelidade tem-se mantido constante: 53% em 2011, 50% em 2012 e 51% em 2013.