Coca-Cola luta na justiça com importação de bebida egípcia

10 DEZEMBRO 2014
A filial espanhola da Coca-Cola interpôs vários processos judiciais a distribuidores do país vizinho por importarem latas do Egito.

A batalha judicial tem como objetivo impedir que os produtos da filial egípcia, que são cinco a oito cêntimos mais baratos, continuem a ser vendidos em Espanha e em Portugal, território que a multinacional norte-americana colocou sob a responsabilidade da Coca-Cola Iberian Partners.

Estes produtos vindos do Egito já conseguiram uma presença considerável nas Canárias, Andaluzia e em algumas localidades da Catalunha. Pelo menos cinco grandes distribuidores espanhóis estão referenciados nos processos, contrapondo que a engarrafadora ibérica está a realizar práticas comerciais monopolísticas.