Sonae e MNAC-MC apresentam exposição de Daniel Blaufuks

10 DEZEMBRO 2014
A Sonae e o Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado (MNAC-MC) apresentam amanhã a exposição do artista visual Daniel Blaufuks “Toda a memória do mundo, parte um”.

A exposição inclui 46 obras inéditas e uma instalação, intitulada “Como se”, que estarão patentes ao público até 22 de março de 2015. A mostra marca o início do projeto SONAE/MNAC ART CYCLES, que tem como objetivo apoiar a criação de projetos artísticos por artistas nacionais e internacionais cuja carreira esteja já consolidada ou que apresentem reconhecido potencial e provas dadas.

Segundo o comunicado da Sonae, “o SONAE/MNAC ART CYCLES permite aos artistas selecionados pelo MNAC e pela Sonae o desenvolvimento de um projeto que possa constituir uma resposta contemporânea das relações da realidade com a sua história. O objetivo é estimular os artistas convidados a criar de obras distintivas que possam refletir sobre as transformações sociais, paisagísticas, arquitetónicas, históricas e comunicacionais na contemporaneidade, com recurso aos novos media”. O projeto culmina com a sua exposição pública no MNAC-MC.

O projeto SONAE/MNAC ART CYCLES inclui ainda a participação do artista em masterclasses, em diferentes pontos do país onde existam escolas de arte, permitindo ao MNAC-MC e à Sonae contribuir para alargar e inovar os currículos dessas instituições académicas.