Best Buy vende negócio na China

11 DEZEMBRO 2014
A maior retalhista mundial de eletrónica de consumo, a Best Buy, vai vender o seu negócio na China, a cadeia Five Star, à empresa imobiliária local Zhejiang Jiayuan Group, de modo a se focar nas suas operações norte-americanas.

Os detalhes financeiros da venda das 184 lojas não foram revelados. A Best Buy segue, assim, os passos da Media Markt, que também abandonou este mercado em 2013, enfrentando as mesmas dificuldades com o forte ambiente concorrencial local.

A Best Buy esclareceu, contudo, que a venda da Five Star não pressupõe qualquer ação similar no Canadá e no México, mercados estrangeiros onda a empresa ainda está ativa. “Em contrapartida, permite-nos focar ainda mais no nosso negócio norte-americano”, confirmou Hubert Joly, presidente e CEO da Best Buy. Recorde-se que no ano passado a cadeia de eletrónica de consumo vendeu a participação que detinha na britânica The Carphone Warehouse, o que assinalou a sua saída do mercado europeu.

Apesar da venda da cadeia de retalho, na China, a Best Buy vai contudo continuar a investir no seu negócio de marca própria. O negócio, que está sujeito à aprovação das autoridades competentes em matéria da concorrência, deverá estar concluído no primeiro trimestre fiscal de 2016.

A operação chinesa representava 4% das vendas da empresa no ano fiscal terminado a 1 de fevereiro.