Vinhos da Península de Setúbal vendem 40 milhões de euros

12 DEZEMBRO 2014
Os Vinhos da Península de Setúbal vendem 40 milhões de euros no mercado nacional. Os dados são da consultora AC Nielsen e apontam para um aumento, no ano móvel outubro 2013/setembro 2014 comparativamente ao ano móvel homólogo anterior, de 1,6% em volume e 2,6% em valor do consumo de vinhos da Península de Setúbal no mercado nacional.

A região da Península de Setúbal consolida desta forma a terceira posição no top das preferências dos consumidores portugueses, contando com uma quota de mercado de 12,5% nos vinhos com Denominação de Origem e Indicação Geográfica (Moscatel de Setúbal, Moscatel Roxo de Setúbal, Palmela e Península de Setúbal), que valeu neste até ao final do mês de setembro, 39,95 milhões de euros.

O crescimento dos Vinhos da Península de Setúbal deve-se ao consumo em casa através da compra nos canais super, híper, lojas e discounts (INA+LIDL), que contou com um crescimento de 2% em volume e 1,3% em valor, face ao período outubro2012/setembro2013. Nestes canais o consumidor despendeu em média 2,62 euros por litro, menos 0,02 cêntimos que no período homólogo. Apesar do decréscimo de 1,8% em volume no consumo imediato dos Vinhos da Península de Setúbal em restaurantes, cafés e snacks (INCIM), foi neste canal que se registou a maior subida a nível de valor, tendo os consumidores desembolsado em média 9,34 euros por cada litro, mais 0,63 cêntimos comparativamente ao ano móvel homólogo anterior.

A nível global o consumo de vinhos certificados no ano móvel outubro2013/setembro2014 registou, segundo a consultora Nielsen, um aumento de 1,4% em volume e 1,8% em valor que equivaleram a mais de 96 milhões de litros consumidos e a um valor que ascende aos 376 milhões de euros.