Sumol+Compal conclui venda da S+C Marcas à Castel

5 JANEIRO 2015
A fabricante de sumos e refrigerantes tem a expectativa de obter uma mais-valia de 15,24 milhões de euros com alienação de 49,9% da Sumol+Compal Marcas à Castel, dona da cerveja angolana Cuca.

O grupo francês Castel já é detentor de 49,9% da Sumol+Compal Marcas, até há pouco tempo detida em 100% pela "holding" cotada Sumol+Compal. De acordo com o comunicado divulgado ao mercado no dia 31 de dezembro, as ações equivalentes a 49,9% da S+C Marcas "foram definitivamente transmitidas à Copagef, tendo esta concretizado o pagamento do preço acordado", diz o Jornal de Negócios.

A Copagef SA pertence à multinacional de bebidas Castel, operador no sector da cerveja e refrigerantes em África, que é, em Angola, um dos acionistas da produtora da cerveja Cuca.

Por 88,18 milhões de euros, a Castel (através da subsidiária Copagef) fica com 49,9% da S+C Marcas, mas a S+C, através de um acordo parassocial com os franceses garante "o domínio sobre a S+C Marcas, continuando a assegurar a eleição da maioria dos membros do conselho de administração".

Além disso, com o negócio da venda da parte minoritária da S+C Marcas, a Sumol+Compal estima realizar ainda uma mais-valia de 15,24 milhões de euros.

A S+C tem uma unidade produtiva em Moçambique, e tem a ambição de ter outra fábrica em Angola, para onde já exporta. A Castel, por seu turno, tem já seis unidades produtivas só em Angola, incluindo cerveja (Cuca), refrigerantes (como, por exemplo, o licenciamento da Coca-Cola), e embalagens (Vidrul).