Coca-Cola faz a maior redução de postos de trabalho em 15 anos

Coca-Cola faz a maior redução de postos de trabalho em 15 anos

6 JANEIRO 2015
A Coca-Cola prevê reduzir os seus recursos humanos entre 1.000 e 2.000 colaboradores, a nível mundial, durante as próximas semanas, avança o The Wall Street Journal.

A concretizar-se, trata-se do maior ajuste em 15 anos. A última vez que a Coca-Cola fez um semelhante corte nos recursos humanos foi em 2000, quando suprimiu 5.000 postos de trabalho.

De acordo com a publicação, os analistas já antecipavam esta medida para novembro mas a multinacional ainda está a estudar o número de postos de trabalho a eliminar. Fontes próximas do processo citadas pelo jornal norte-americano calculam que os despedimentos se situarão entre os 1.000 e os 2.000 mas outras acreditam que poderão superar este valor.

Nos Estados Unidos da América, os colaboradores afetados serão informados a 8 de janeiro e a nível internacional até 15 de janeiro. O impacto deverá ser significativo na sede, em Atlanta, e nos escritórios corporativos regionais, onde 10% dos trabalhadores poderão ficar sem emprego.

Esta decisão, entre outras que estão a ser tomadas pela Coca-Cola, faz parte do plano de redução de custos em 2.464 milhões de euros, ao ano, até 2019, comunicado em outubro passado, no seguimento do anúncio de que ficaria aquém dos objetivos para 2014 e 2015 graças à queda no consumo de bebidas. Segundo o The Wall Street Journal, trata-se de uma grande inflexão na cultura da multinacional norte-americana, que tradicionalmente recorreu ao investimento para crescer.