Fundador da San Luis retoma atividade da insígnia

5 JULHO 2013

Lorenzo López Vázquez, um dos fundadores da San Luis, vai retomar a atividade da insígnia no mês de agosto.

O empresário anunciou um acordo com a Darty para reabrir 10 lojas nas localidades de A Coruña, Ferrol, Santiago de Compostela, Ourense, Pontevedra, Vigo e Ponferrada. Nestas três últimas localidades, está à procura de novas instalações, dado que as lojas Darty existentes na zona serão explorados pelos Electrodomésticos Domínguez.

A nova cadeia contará com uma equipa de 100 colaboradores, 60 dos quais antigos recursos humanos da Darty, e com um armazém central em Bergondo. Nasce com um capital social de 500 mil euros, que os seus responsáveis esperam ampliar até aos nove milhões de euros. Em termos de faturação, a previsão inicial situa-se entre os 12 e os 15 milhões de euros.

O novo projeto San Luis vai recuperar o modelo inicial da cadeia, com lojas de carácter urbano e uma área de venda entre os 350 e os 700 metros quadrados, vendendo uma gama muito seletiva e que não ultrapassa as 30 referências por categoria.

Recorde-se que a San Luis era explorada pela sociedade Handem, adquirida em 2005 pela empresa de gestão de fundos Suala Capital Partners, que já era acionista maioritário da Electrodomésticos Menaje del Hogar. Este negócio foi depois vendido à Kesa Electricals, dona da Darty, em 2007, que pagou 100 milhões de euros, para além de assumir a dívida de 32 milhões de euros, pelos 54 estabelecimentos da Menaje del Hogar em Espanha e as oito lojas San Luis em Portugal. Contudo, a aventura espanhola da Darty durou apenas cinco anos. Os maus resultados catalisaram a saída do mercado espanhol, que não representa mais que 5% da faturação global.

Com a cortesia da Revismarket.