Alvarinho de Monção e Melgaço com 3 milhões de euros para promoção

14 JANEIRO 2015
O Grupo de Trabalho Alvarinho (GTA) elaborou um documento que permite a rotulagem de Vinho Verde Alvarinho em toda a Região, a par da introdução de uma série de medidas corretivas, informa a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV).

Os Vinhos de Monção e de Melgaço terão um selo de garantia próprio - uma rotulagem específica.

O Alvarinho vai dispor de um programa de investimento no valor de 3 milhões de euros na promoção dos vinhos e enoturismo da sub-região a executar num período de 6 anos. Também têm garantido um prazo de 18 anos durante o qual as uvas Alvarinho de Monção e Melgaço não saem da sub-região, sob pena de perderem a designação da casta.

Ainda, no acordo, se impôs uma regra de lealdade de concorrência à região dos Vinhos Verdes: “todos os lotes que mencionem a casta Alvarinho, terão de conter 51% desta casta se for a primeira mencionada e 30% se for a segunda - este valor era de 0,1% até agora”.

A produção de vinho a partir de uvas produzidas fora da sub-região só será permitida a partir da vindima de 2020/21.

A delegação da sub-região aos trabalhos do Grupo Técnico de Alvarinho, representa cerca de 85% dos viticultores dos dois concelhos e 90% do volume de negócio gerado na sub-região.