NOTÍCIAS MAIS LIDAS
EDIÇÃO ONLINE
Grande Consumo N.º 42-2016

Apenas Higiene do Lar incrementa vendas em novembro

20 JANEIRO 2015
De acordo com os mais recentes dados da análise Nielsen Scantrends BGC Portugal, os Bens de Grande Consumo decresceram -1,5% entre 3 e 30 de novembro, uma quebra comparável com as quadrisemanas entre 6 de outubro e 2 de novembro onde o mercado havia descido 1,7%. Mantém-se a tendência de estabilidade das marcas de fabricante e o decréscimo das marcas da distribuição (-4,1%).

A Nielsen indica que a Alimentação continua com tendência negativa, com perdas de vendas em valor em 1,7%. As perdas devem-se às MDD+PP (-4,7%) já que as Marcas de Fabricante cresceram moderadamente (+0,5%).

A Bebidas continua com perdas desde o verão (-2,3%). As Marcas de Fabricante perdem vendas (-1,5%) mas menos do que as Marcas da Distribuição (-5,3%)

A categoria da Higiene do Lar é novamente a única categoria que cresce (+0,7%), embora com o crescimento das Marcas de Fabricante a desacelerar (+1,4%) e com as MDD+PP a perderem vendas (-0,7%).

A Higiene pessoal atenua o decréscimo (-0,7%), desta vez, apenas penalizada pelas Marcas de Fabricante que contribuem para o decréscimo (-1,3%). Esta é a única categoria onde as marcas da distribuição crescem (+0,9%).