Resultados da IKEA alcançam os 3,3 mil milhões de euros

30 JANEIRO 2015
Os resultados líquidos do Grupo IKEA totalizaram 3,3 mil milhões de euros no ano financeiro de 2014, terminado a 31 de agosto.

As condições de mercado continuaram a melhorar, registando-se um forte desenvolvimento na China, na América do Norte e uma tendência positiva na Europa. “O ano financeiro de 2014 foi um bom ano para a IKEA. Estou feliz por ver crescimento em todos os canais de venda: nas lojas já existentes, nas novas lojas e nas vendas online. Alcançámos marcos importantes no sentido de sermos energeticamente independentes e vimos aumentar, em 58%, as vendas de produtos que contribuem para uma vida mais sustentável em casa. A sustentabilidade é parte integrante da nossa estratégia de negócio”, refere Peter Agnefjäll, presidente e CEO da IKEA.

No ano passado, com ajuste cambial, as vendas totais aumentaram 5,9%, comparativamente ao ano anterior, chegando aos 28,7 mil milhões de euros. Em conjunto com os rendimentos dos centros comerciais, as receitas totais chegaram aos 29,3 mil milhões de euros, um aumento de 2,8%, relativamente ao ano anterior. O Grupo IKEA conquistou, em 2014, quota de mercado em quase todos os mercados em que está presente e entrou num novo país, a Croácia. Os maiores mercados, em termos de vendas, foram a Alemanha, os Estados Unidos da América, a França, a Rússia e o Reino Unido.

As lojas do Grupo IKEA receberam 716 milhões de visitantes, enquanto que o site IKEA.com registou 1,5 mil milhões de visitas.