Grupo IKEA anuncia fortes progressos na Sustentabilidade

3 FEVEREIRO 2015
O Relatório de Sustentabilidade do Grupo IKEA, para o ano fiscal de 2014, demonstra que a estratégia “Pessoas Positivas, Planeta Positivo” continua a crescer e a demonstrar resultados visíveis.

Os desenvolvimentos ao nível da sustentabilidade foram anunciados globalmente, em paralelo aos resultados financeiros anuais do Grupo IKEA que demonstram um aumento nas vendas totais em 5,9% (com ajuste cambial), comparativamente ao ano anterior, chegando aos 28,7 mil milhões de euros.

Durante o ano 2014, o Grupo IKEA comprometeu-se a deter e operar mais 87 turbinas eólicas globalmente, perfazendo um total de 224, assim como instalar mais 150 mil painéis solares, aumentando para 700 mil e ajudando o Grupo a estar mais próximo do seu objetivo de produzir toda a energia renovável equivalente ao seu consumo até ao final de 2020. Até ao final de 2015, o objetivo é ter investido 1.5 mil milhões em projetos de energia renovável.

O total de vendas de produtos que contribuem para uma vida mais sustentável em casa, passou para mil milhões de euros, mais 58% em comparação com 2013. Estes artigos permitem às pessoas poupar ou gerar energia, reduzir o consumo de água e desperdício e a terem uma vida mais saudável.

75% de todos os produtos de iluminação vendidos foram LED ou soluções compatíveis com lâmpadas LED, que utilizam menos 85% da energia e duram 20 vezes mais do que as lâmpadas incandescentes tradicionais. Toda a gama de iluminação à venda nas lojas IKEA será LED a partir de Setembro de 2015.

No sector do retalho, o Grupo IKEA é um dos maiores compradores mundiais de madeira certificada FSC. 41% da madeira utilizada na gama, em 2014, já provém de fontes mais sustentáveis, tendo tido certificado FSC ou sido reciclada. Toda a madeira utilizada pela IKEA provém de fornecedores que estão em conformidade com o Padrão de Silvicultura da IKEA.

Ainda, 76% dos têxteis da gama IKEA utilizam algodão de fontes mais sustentáveis, o que significa que a sua produção utilizou menos químicos e menos água, ao mesmo tempo que aumentou a margem de lucro para os produtores.