Samsung em risco de perder a liderança mundial nos smartphones

4 FEVEREIRO 2015
Ao mesmo tempo que a Apple registou vendas recorde do iPhone 6, a Samsung, líder mundial do mercado de smartphones, recuou fortemente em 2014.

Não obstante ambas as fabricantes terem reportado vendas ao mesmo nível no último trimestre do ano – 74 milhões de unidades para a Samsung e 75 milhões de unidades para a Apple -, tal significou uma quebra de 13% para a fabricante sul-coreana e uma subida de 47% para a norte-americana, de acordo com os dados da Strategy Analytics. A quota de mercado da Samsung ficou ao mesmo nível da da Apple, 19,6%, bem distante dos 30% do exercício anterior.

Segundo a consultora, a Samsung continua a debater-se com concorrência exacerbada da Apple no segmento de gama alta, da Huawei no mercado intermédio e da Xiaomi e outros fabricantes na entrada de gama. “A Samsung poderá, mesmo, ver-se obrigada a tomar o controlo de concorrentes como a Blackberry para dar um novo alento ao seu crescimento este ano”, comenta a Strategy Analytics, não obstante, a compra da Blackberry já ter sido recentemente desmentida.

Recentemente, a Samsung anunciou a sua primeira descida de lucros no período de três anos, fortemente afetados peço negócio dos smartphones, cujas vendas caíram 19,5%. Os lucros da multinacional sul-coreana caíram 32% para os 20 mil milhões de euros, ao passo que a Apple comunicou lucros trimestrais históricos e a sua conterrânea LG reportou uma subida anual de 125%, conseguida, precisamente, graças às fortes vendas de dispositivos móveis (24%).

Com a cortesia da Revismarket.