Target despede presidente no Canadá após perdas por 941 milhões de dólares

22 MAIO 2014
A Target despediu o seu presidente no Canadá, Tony Fisher, após o fracasso da sua estratégia de expansão naquele mercado, que resultou em perdas de 941 milhões de dólares no primeiro ano de operação.

Tony Fisher deixa a Target com efeito imediato e será substituído por Mark Schindele, vice-presidente de operações e um veterano na empresa, com 15 anos de serviço, e um dos responsáveis da abertura do formato Target Express.

A Target disse em comunicado que não prevê fechar lojas no Canadá e que irá optar por uma estratégia mais agressiva. Recorde-se que a insígnia era uma das preferidas dos canadianos que se deslocavam aos Estados Unidos da América mas, não obstante as elevadas expectativas e a abertura de mais de uma centena de lojas, o elevado preço dos produtos e a escassez de artigos desmotivou os clientes.