4 em cada 10 “shoppers” compara os preços online dentro das lojas

Showrooming

26 FEVEREIRO 2015
Usar o smarphone para comparar os preços com os de outros pontos de venda ou contactar amigos e familiares para obter aconselhamento são ações habituais numa loja, segundo um estudo realizado pela GfK em 23 países.

Na hora de comparar os preços online dentro das lojas, os homens superam as mulheres (42% versus 37%) e destacam-se, particularmente, os mais jovens, com idades compreendidas entre os 20 e os 29 anos (49%). Por países, a comparação de preços na loja é mais frequente na Coreia do Sul, China e Turquia, com 59%, 54% e 53%, respetivamente.  

Um terço dos inquiridos pela consultora também confirmou tirar fotografias dos produtos que mais interessem. A GfK apurou que 36% dos “shoppers” fazem “showrooming”, 29% tiram fotos de anúncios, 28% fazem o scan de códigos QR e 23% compram produtos através de alguma aplicação ou sítio web (22%).