Amazon abre loja no rival Alibaba

Amazon no Tmall

10 MARÇO 2015
Diz a sabedoria popular que “se não os podes vencer, junta-te a eles”. Foi precisamente isto que fez a Amazon ao abrir uma loja no portal Tmall.com do seu concorrente Alibaba, com o objetivo de atrair os consumidores chineses.

A empresa irá vender uma seleção de produtos internacionais, desde alimentação, calçado, brinquedos a artigos de cozinha. “Damos as boas vindas à Amazon no ecossistema do Alibaba e a sua presença irá alargar ainda mais a seleção de produtos estrangeiros e elevar a experiência de compra dos consumidores chineses do Tmall”, comenta Candice Huang, porta-voz do Alibaba.

A decisão faz parte da estratégia da Amazon para se expandir naquela que é a segunda maior economia mundial. Segundo o Bloomberg, a Amazon tem tido dificuldades em replicar fora de portas o modelo que tanto sucesso tem tido junto dos consumidores norte-americanos. As vendas internacionais representaram 38% das suas receitas em 2014, o que compara com os 48% de 2009.

O Tmall é o portal indicado para quem queira vender diretamente aos consumidores chineses. O comércio eletrónico está em franco crescimento na China e, de acordo com a EMarketer, até 2018, deverá mais que duplicar o valor de vendas de 426,3 mil milhões de dólares obtido em 2014. A Amazon, contudo, tem tido dificuldades em aumentar as vendas nesta geografia, não obstante ter investido em termos de infraestruturas. O comércio eletrónico chinês é, claramente, dominado pelo Alibaba, com os seus portais Tmall e Taobao a registarem 334 milhões de compradores ativos em 2014.