Europastry poderá entrar em bolsa em 2019

Europastry poderá entrar em bolsa em 2019

12 OUTUBRO 2018
A Europastry, referência europeia em massas de pão congeladas, poderá entrar em bolsa em 2019, avaliada em 1.500 milhões de euros.

De acordo com o El Economista, o fundo MCH prepara a sua saída do capital da empresa catalã. O jornal cita fontes do mercado, que confirmam que o processo está ainda numa fase inicial e que o que estará em causa é a venda de uma minoria do capital. Atualmente, o fundo MCH controla 20% da Europastry, estando o restante capital nas mãos dos filhos do fundador da empresa, Jordi e Eva Gallés. 

A operação está, contudo, dependente da evolução do mercado nos próximos meses. De acordo com aquele jornal, a entrada em bolsa da Europastry é uma das operações mais esperadas do mercado, já que a gestora de capital de risco espanhola está há vários anos a estudar essa possibilidade, sempre adiada devido à incerteza dos mercados bolsistas e à boa evolução da empresa catalã. 

No último exercício, a Europastry registou vendas superiores a 600 milhões de euros, 7% mais que no ano anterior. O EBITDA alcançou os 95 milhões de euros