Alibaba realiza o seu primeiro evento em Portugal

Alibaba realiza o seu primeiro evento em Portugal

17 OUTUBRO 2018
"Tiramos o melhor do online e do offline para dar a melhor experiência possível ao consumidor”. A afirmação é de Alba Ruiz Laigle, Business Development Manager - Spain & Portugal do Grupo Alibaba, que esteve esta quarta-feira, dia 17 de outubro, em Lisboa, a convite da GS1 Portugal, para falar sobre o ecossistema que cria oportunidades semelhantes para pequenas, médias e grandes empresas.

No congresso da GS1, dedicado ao tema “O Consumidor no Centro das Redes de Colaboração Digital”, a gestora anunciou que a Alibaba irá realizar o seu primeiro evento oficial de sempre em Portugal, agendado para o mesmo local de realização deste congresso, o Museu do Oriente, e para o dia 29 de novembro. De participação exclusiva por convite, e numa parceria com a Aicep e o Millenium BCP, esta será uma oportunidade para as empresas exportadoras e de comércio eletrónico de aceder ao imenso mercado chinês, o maior em termos de e-commerce a nível mundial, para as lojas duty free, cadeias de hotéis e operadores turísticos conhecerem e passarem a integrar o sistema de pagamentos Alipay e endereçarem a crescente massa de turistas chineses que visita Portuga e para empresas interessadas em serviços Cloud ficarem a conhecer melhor este ecossistema e as possibilidades por si proporcionadas.

De acordo com Alba Ruiz Laigle, os marketplaces que compõem o ecossistema Alibaba atingem 576 milhões de clientes ativos. O maior evento anual de vendas do grupo celebra-se a 11 de novembro, naquele que é conhecido na China como o Dia dos Solteiros. No ano passado, em apenas 24 horas, foram feitas 812 milhões de encomendas.

Para além do acesso a esta imensa base de consumidores, a Alibaba permite conhecer em profundidade o seu perfil. Maioritariamente feminino, o cliente Alibaba é jovem e de classe média, que se interessa por produtos “trendy” e de elevada qualidade.

Dois dos principais marketplaces da Alibaba são o Tmall e o Taobao. O Tmall é a plataforma “business to consumer” que se subdivide consoantes as marcas e empresas tenham ou não uma presença direta e stock disponível na China. No primeiro caso, estão presentes no Tmall. Caso essa presença direta não se verifique, ficam enquadradas no Tmall Global. A Delta Cafés, por exemplo, é uma das empresas portuguesas que já tem uma loja na plataforma Tmall, uma vez que já possuía uma presença direta na China. Já a Prozis está no Tmall Global.

A par da Delta Cafés e da Prozis, estão presentes nestas plataformas marcas portuguesas como a Parfois, Cutipol, Renova, CR7 Underwear e Mistolin. De Espanha, estão presentes, entre outras, marcas como a Zara, Boboli, Mango, Desigual, Tous e Martiderm, esta que é um verdadeiro caso de sucesso. Com loja aberta no Tmall Global desde 2016, a marca de cosmética, que tem nas ampolas anti-idade a base do seu negócio, vende, em média, uma ampola a cada 2,49 segundos.