Apenas 3 retalhistas entre as empresas mais reputadas junto dos Millennials

Apenas 3 retalhistas entre as empresas mais reputadas junto dos Millennials

2 NOVEMBRO 2018
Apenas três retalhistas figuram entre as 100 empresas com maior reputação para os Millennials, a geração entre os 22 e os 37 anos, segundo o estudo “Global Millennial RepTrak 2018”, elaborado pelo Reputation Institute.

A Amazon é o primeiro retalhista a aparecer, colocada na 15.ª posição de um ranking que é liderado pelo Google, Rolex e Walt Disney. No 29.º lugar encontra-se a IKEA, enquanto que a eBay, que é 80.ª, encerra a categoria de retalho.

Nesta classificação, destacam-se as empresas alimentares e de grande consumo. A melhor colocada do sector alimentar é a Ferrero, que é 17.ª. Nestlé (32.ª), Danone (36.ª)., Barilla (38.ª), Kellogg (42.ª), Heineken (44.ª), Hershey’s (50.ª), Kraft Heinz (55.ª), Campbell’s (72.ª), Unilever (83.ª), Mars (84.ª). Coca-Cola (93.ª), Bacardi (96.ª), Carlsberg (97.ª) e AB InBev (100.ª) também constam da lista.

Entre as empresas de grande consumo destacam-se a 3M (19.ª), L’Oréal (27.ª), Colgate-Palmolive (30.ª), P&G (62.ª), Johnson & Johnson (74.ª), Kimberly-Clark (77.ª) e Unilever (83.ª).

As empresas com melhor reputação para os Millennials são dos Estados Unidos da América, Japão e Alemanha e as que mantêm um forte apoio, sendo que a dimensão da oferta de produto e serviço a mais valorizada (20,2%), seguindo-se a integridade (15,4%), cidadania (14,7%), inovação (13,1%), rentabilidade e bons resultados (12,8%), liderança (12,5%) e local de trabalho (11,3%).

A dimensão onde os Millennials mais diferem face à opinião global é a da integridade, que neste caso é 0,9 pontos mais importante. “A melhoria da responsabilidade corporativa por parte das empresas apresenta-se como uma boa oportunidade para aumentar a reputação e o apoio dos Millennials”, indica Sven Klingemann, diretor de investigação global do Reputation Institute.