Unicer conclui modernização da unidade de Leça do Balio

125 anos Unicer

12 MARÇO 2015
O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, presidiu à cerimónia oficial dos 125 anos da Unicer e à inauguração do novo armazém logístico, assinalando a conclusão das intervenções de modernização da unidade de Leça do Balio.

A iniciativa contou, ainda, com as presenças do ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, e do presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Guilherme Pinto, assim como de Manuel Violas e João Abecasis, respetivamente, presidente do Conselho de Administração e presidente executivo da Unicer.

A obra envolveu um dos maiores investimentos da história da Unicer, superior a 100 milhões de euros. O novo armazém logístico é uma infraestrutura criada de raiz, com 33 metros de altura e uma área próxima do tamanho de um campo de futebol. Totalmente automatizado e com um circuito de carros elétricos com ligação direta à fábrica, é capaz de armazenar 40 mil paletes e movimentar, todos os dias, 12 mil dessas paletes.

Já o Centro de Produção de Cerveja destaca-se por aliar novos equipamentos, tecnologicamente mais avançados, a uma maior capacidade de produção, para fazer face aos compromissos comerciais da empresa em Portugal e no estrangeiro. Em 2014, a Unicer vendeu mais de 600 milhões de litros, sobretudo cerveja.

A nova sede volta a concentrar, no mesmo espaço, serviços e colaboradores, de forma a agilizar as operações e o contacto entre as equipas.

As origens da Unicer remontam a 7 de março de 1890, com a criação da CUFP - Companhia União Fabril Portuense das Fábricas de Cerveja e Bebidas Refrigerantes. Décadas depois, e já em 1964, a instalação da sede e da fábrica em Leça do Balio, localização que se mantém até hoje, significou a entrada numa nova etapa da Unicer. “Após 125 anos, a empresa mantém-se portuguesa e é em território nacional que realiza os maiores investimentos. Hoje, a Unicer é a maior empresa portuguesa de bebidas e a principal exportadora nacional de cervejas, para mais de 50 países. No seu portfólio, destacam-se marcas fortes, com Super Bock e Pedras a serem as ‘estrelas’ da companhia. Aliás, Super Bock é a cerveja portuguesa mais vendida no mundo”, pode ler-se no comunicado.