Auchan multada pela autoridade da concorrência húngara

Auchan multada pela autoridade da concorrência húngara

30 MARÇO 2015
A Auchan foi multada em 3,4 milhões de euros pela autoridade da concorrência húngara por cobrar aos fornecedores a presença dos seus produtos no inventário.

De acordo com o organismo, a cadeia de retalho francesa terá cobrado uma taxa a cerca de 75% dos seus fornecedores de produtos não alimentares, entre 2006 e 2014, a troco da colocação dos mesmos nas prateleiras das lojas. Como fator agravante, a Auchan continuou a insistir nesta prática mesmo após as autoridades terem penalizado a Spar por ações semelhantes em junho de 2012.

A Auchan já se manifestou contra esta penalização, discordando da razão mesma e da multa aplicada, e defende que tem seguido sempre a legislação local, desde a sua entrada no país há 17 anos. Dominique Ducoux, diretor do Auchan Hungria, confirmou que o retalhista vai usar todos os meios legais disponíveis para provar que não violou a lei.

A lei húngara proíbe que os retalhistas apliquem unilateralmente taxas aos seis fornecedores para a entrada em linha ou pela manutenção dos seus produtos em stock.