Mais de 2.500 milhões de dispositivos móveis vendidos em 2019

Mais de 2.500 milhões de dispositivos móveis vendidos em 2019

30 MARÇO 2015
O mercado dos dispositivos móveis, que engloba smartphones, tablets, incluindo modelos dois em um, e computadores pessoais, irá crescer fortemente nos próximos anos, de acordo com as estimativas da IDC. A consultora prevê que as vendas cresçam dos 1.800 milhões de unidades alcançados em 2014 para 2.500 milhões em 2019.

Os smartphones representarão a maioria das vendas. Já em 2014 estes equipamentos fizeram 73,4% das vendas totais de equipamentos conectados, ao passo que os tablets abarcaram 12,5% e os PC’s 16,8%. Uma realidade cada vez mais distinta da de 2010, quando os PC’s eram o produto dominante, com 52,5% das vendas, face aos 44,7% dos smartphones e 2,8% dos tablets. Em 2019, a IDC estima que os smartphones reforcem a sua importância para 77,8% e que os tablets, com 10,7%, se aproximem ainda mais dos PC’s, com 11,6% das vendas.

De momento, os “wearables” ainda não são, no entender da consultora, uma alternativa séria aos smartphones em termos de vendas. Dentro de quatro anos, a maioria das vendas de telefones inteligentes terá origem nos mercados emergentes (80%) e os modelos com preço abaixo dos 100 dólares dominarão o mercado (35%).