Pescanova fecha 2014 com lucro de 1.654 milhões de euros

6 ABRIL 2015
A Pescanova fechou com um lucro líquido atribuído de 1.654 milhões de euros entre janeiro e novembro de 2014, face os "números vermelhos" de 715 milhões de euros em todo o ano de 2013, segundo informou a empresa em comunicado.

A empresa explicou que este resultado obedece ao impacto do registo contabilístico da margem de avaliação aplicada às reivindicações de insolvência da Pescanova e sua subsidiária Pescafina, após a aprovação a 23 de maio de 2014 dos respetivos acordos com os credores.

As vendas líquidas nos primeiros onze meses de 2014 situaram-se em 901 milhões de euros e supera os 1.000 milhões de euros considerando todo o ano, semelhante ao obtido em 2013.

A empresa descreveu de forma "positiva" estes resultados, uma vez que a falência não afetou o nível de oferta e serviço tanto aos clientes diretos como aos consumidores finais.

A Pescanova sublinhou que o crescimento dos lucros tem desempenhado um papel "muito importante" nas atividades de pesca extrativa que a empresa tem na Argentina, Namíbia e Moçambique e atividades de cultivo de camarão Vannamei na Nicarágua e Equador.

O nível de capital próprio consolidado a 30 de novembro de 2014 continua a ser negativo em 617 milhões de euros. Segundo a empresa, esta situação de desequilíbrio será mantida enquanto não são resolvidos os concursos das 10 subsidiárias espanholas, cujas respetivas reuniões de credores estão judicialmente definidas para maio.