Kingfisher recua na compra da Mr Bricolage

Kingfisher recua na compra da Mr Bricolage

7 ABRIL 2015
A Kingfisher, o maior retalhista europeu de bricolage e produtos para a casa, recuou na compra do seu concorrente francês Mr Bricolage.

As dúvidas relativamente ao negócio surgiram após a Association Nationale des Promoteurs de Faites Le Vous-Meme (ANPF), maior grupo franchisado e acionista da Mr Bricolage, com 41,9% do capital, ter expresso algumas reservas.

O acordo para a compra tinha sido alcançado com esta entidade e os fundadores da Mr Bricolage, a família Tabur, detentora de 26% do capital, em julho passado e pendia apenas da aprovação das autoridades competentes em matéria de concorrência. O mesmo continha uma cláusula que previa que, caso esta aprovação não fosse alcançada até 31 de março, o prazo poderia ser ampliado por concordância de todas as partes, o que acabou por ser recusado por parte da ANFP. Em comunicado, a Kingfisher confirma que a transação não irá prosseguir e que está a considerar todas opções, incluindo possíveis ações legais.

A compra da Mr Bricolage permitiria à Kingfisher fortalecer a sua posição no mercado francês, onde já possui as insígnias Castorama e Brico Depot e que é a sua operação mais rentável.