TP-LINK anuncia crescimento de 39,87% em 2014

15 ABRIL 2015
A TP-LINK, fabricante de produtos para redes informáticas destinados aos mercados de consumo e a empresas, anunciou um crescimento de 39,87% da sua atividade no mercado português em 2014, tendo vendido 278 801 unidades distintas dos seus diversos tipos de equipamento.

A nível nacional a empresa acompanha assim a sua trajetória ascendente a nível internacional onde em 2014 ultrapassou a barreira dos 2 mil milhões de dólares no seu volume de negócios (1800 milhões de dólares em 2013) e reforçou a sua posição de liderança no mercado mundial WLAN por unidades vendidas, segundo dados da IDC.

O retalho continua a ser o segmento preponderante da atividade da empresa no mercado português, com 55%, seguido do canal com 43% e dos ISPs com apenas 2%.

Os produtos preferidos continuam a ser os extensores de sinal (26,53%) e os PLCs (22,86%); um segundo grupo inclui os routers WiFi (12,22%) e os adaptadores USB/PCI (11,12%), seguindo-se os produtos 3G (9,47%) e os produtos SMB (8,97%).

Nos adaptadores e Powerline a quota de mercado da TP-LINK em Portugal ultrapassa os 50%, a uma grande distância dos dois principais concorrentes. Nos routers WiFi a quota de mercado local da TP-LINK já está nos 33% liderando quase em paralelo com a Meo e longe dos outros concorrentes.

A comercialização de produtos com as mais inovadoras tecnologias da norma 802.11 e LTE, as melhorias no serviço de apoio aos clientes e um forte compromisso com o canal são os três fatores que explicam o sucesso da marca e da empresa no nosso mercado”, refere a empresa em comunicado.

De acordo com Marvin He, country manager da TP-LINK em Portugal, "estes resultados decorrem do enorme esforço em recursos que estamos a fazer a nível local, quer ao nível do canal quer no fortalecimento dos nossos serviços técnicos; em conjunto com o forte compromisso da empresa em Investigação e Desenvolvimento (onde são investidos 8% das nossas vendas globais) isto permite obter elevadas taxas de crescimento dos negócios ano após ano".