Tesco apresenta os piores resultados em 97 anos de história

Tesco apresenta os piores resultados em 97 anos de história

24 ABRIL 2015
Com perdas de 6,38 mil milhões de libras (8.900 milhões de euros), a Tesco apresentou os piores resultados da sua história no último exercício contabilizado e que encerrou a 28 de fevereiro. Trata-se do maior prejuízo em 97 anos de atividade da companhia britânica e uma das mais elevadas perdas do sector retalhista no Reino Unido.

Na base dos resultados apresentados encontra-se a desvalorização dos ativos imobiliários em 4.700 milhões de libras (6.562 milhões de euros), o encerramento de 43 lojas e o cancelamento de novas aberturas. As vendas do grupo situaram-se em 69.654 milhões de libras (97.255 milhões de euros) com resultados de exploração de 1.390 milhões de libras (1.941 milhões de euros).

Contudo, a insígnia declarou com os resultados de exploração se encontravam em linha com as expectativas, enquanto o volume de vendas em base “like-for-like” no Reino Unido aumentou, pela primeira, vez em quatro anos, conduzido por maior disponibilidade, serviço e preço.

Recorde-se que, ainda em fevereiro último, a Tesco anunciou que estudava a redução de quase um terço do seu sortido de modo a poder ombrear com as insígnias discount.