Jorge Henriques reeleito presidente da FIPA

Jorge Henriques reeleito presidente da FIPA

28 ABRIL 2015
A Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares (FIPA) elegeu Jorge Tomás Henriques como presidente até 2017, naquele que será o seu quinto mandato ao comando da Federação que representa cerca de 85% do sector da indústria alimentar e das bebidas.

Para Jorge Tomás Henriques, as prioridades da FIPA para os próximos anos passam por “promover um compromisso nacional, envolvendo todos os partidos políticos, para a indústria alimentar e das bebidas que permita reforçar a competitividade, alavancar o crescimento externo, fomentar o emprego e assegurar a confiança dos consumidores”.

A indústria alimentar e das bebidas é a indústria transformadora que mais contribui para a economia nacional, tanto em volume de negócios como em Valor Acrescentado Bruto e é a segunda indústria que mais emprega em Portugal.

Desafios prioritários
A Direção agora eleita irá, a curto-prazo, concentrar esforços nos temas mais pertinentes para a competitividade da indústria Alimentar e das Bebidas:

• O equilíbrio na relação entre fornecedores e distribuidores, pelo que irá continuar a desenvolver esforços para que, no seio da CIP e conforme mandato da anterior Direção, seja assinado um código de boas práticas na fileira;

• O suporte à exportação e internacionalização, tendo já aberto caminho para uma política de sinergias institucionais;

• A adequação da política fiscal à competitividade, introduzindo esta questão estratégica na agenda política;

• A estratégia pública de incentivos à inovação, continuando a defender o mérito dos projetos e a sua aplicabilidade à realidade do mercado;

• A promoção de estilos de vida saudáveis, reforçando as parcerias e o envolvimento de todos os setores.