Heinz e Ford fazem automóveis a partir de tomate

18 JUNHO 2014
A pele do tomate usado na produção do ketchup Heinz poderá vir a ser utilizada no fabrico de automóveis da Ford.


Investigadores das duas empresas estão a estudar como as fibras do tomate podem fabricar materiais sustentáveis para utilização na indústria automóvel, nomeadamente na aplicação na produção de braçadeiras de cablagens e porta-objetos para as viaturas.  Na nossa busca para desenvolver plástico de origem vegetal, para utilização desde o packaging aos têxteis, os cientista da Heinz e da Ford Motor Company estão a explorar o uso da pele do tomate no fabrico de componentes automóveis mais sustentáveis. A tecnologia parece promissora”, garante Michael Mullen, vice-presidente sénior de relações externas e corporativas da Heinz.


A empresa usa mais de dois milhões de toneladas por ano para fabricar ketchup. O desenvolvimento de um composto sustentável pode reduzir o uso de derivados do petróleo na indústria e o impacto dos veículos no ambiente.