Secret Spot Wines alarga produção à Região de Rioja

23 JUNHO 2014
Depois do Douro e do Alentejo, Gonçalo Sousa Lopes (viticultura) e Rui Cunha (enologia) elegem a região de Rioja para o seu mais recente Secret Spot, o Dione Rioja Tinto 2010, uma edição limitada de 800 unidades.

Adicionalmente, acabam de lançar as novas edições do duriense Vale da Poupa branco, rosé e moscatel galego branco (2013), e o Vinhas Velhas Branco (2011).

Todos os anos a Secret Spot Wines elege uma única vinha com potencial para dar origem a um vinho de qualidade superior e com características únicas e distintas. A identidade da vinha e as castas usadas são propositadamente ocultadas, sabendo-se apenas a região de origem. A última produção “mistério” conheceu terras de Espanha, tendo sido a região de Rioja a escolhida.

Juntar outras geografias a este conceito sempre esteve na mente de Gonçalo e Rui, com o objetivo de “desafiar o enófilo a conhecer diferentes variantes e terroirs existentes em cada região”.

Proveniente de uma vinha com mais de 70 anos, estagiou 19 meses em barricas novas de carvalho francês, apresentando um “tom granada intenso e violácia e um aroma jovem a madeira fina, doce e mentolada, frutos do bosque muito maduros e uma grande profundidade mineral”. Com paladar “aveludado, taninos presentes mas muito finos”, é um vinho “muito fresco, encorpado, concentrado e com um final longo e apetecível”.

O Dione Rioja Tinto 2010 está disponível no mercado por 36,50 euros.