Turismo é a base de 81,8% das pesquisas sobre Portugal

26 JUNHO 2014
O turismo é o grande impulsionador das pesquisas cibernéticas realizadas sobre o nosso país, de acordo dados recolhidos pela Bloom Consulting. A consultora afirma ainda que o interesse pelo turismo de Portugal dentro e fora de portas é bastante equilibrado. Há praticamente tanta pesquisa nacional como estrangeira (53,15%).

De um total de 4.812.538 termos pesquisados online sobre os 308 municípios do nosso país, 3.936.381 foram sobre turismo. Talento (ou viver) e negócios ficaram pelos 800.353 (16,6%) e os 75.804 (1,6%), respetivamente.

Quase um terço das pesquisas sobre turismo tinha como objetivo Lisboa, seguida do Porto, de Faro, Braga e Albufeira. Funchal, Coimbra, Cascais, Sintra e Lagos completam o top10.

Segundo os dados recolhidos pela Bloom Consulting, os mercados doméstico e internacional encontram-se bastante equilibrados no que toca à pesquisa cibernética: 46,85% das pesquisas tiveram origem no nosso país, cabendo à procura estrangeira os restantes 53,15%.

O alojamento foi o tema mais pesquisado na vertente turismo. Visitar, animação turística, restauração e cultura ocuparam as restantes posições.

Quando bem trabalhada, uma marca país, região ou município é o principal ativo de que dispomos. Deve, por isso, ser gerida de forma a potenciar o que a destaca das demais. O nosso mais recente estudo tornou bem claro de que, no que toca à procura online, em Portugal, o que nos distingue é o turismo”, explica Filipe Roquette, diretor geral da Bloom Portugal. “Numa altura em que os orçamentos locais se encontram sujeitos a um processo de escrutínio intenso, as autarquias devem assegurar que todos os cêntimos gastos são um bom investimento. Porque não apostar naquilo que as pessoas realmente querem? Sabermos o que procuram sobre nós online e melhorarmos é parte da solução”, completa.