Consumidores querem apps com informações detalhadas de produtos

26 JUNHO 2014
A maioria dos consumidores europeus (75%) tem preferência por aplicações digitais que permitam aceder a informações mais detalhadas sobre os produtos. Esta é uma das conclusões de um recente estudo do Observador Cetelem, que constatou que no top dos serviços esperados em tablets e terminais interativos estão aplicações que, antes de mais, respondam às necessidades básicas do consumidor, tanto em termos de informações de preços e de produtos, como em termos de conforto e ganho de tempo.

Muitos consumidores (71%) esperam também encomendar na loja um produto que já não está em stock e ver modelos ou variantes de um modelo que não estão presentes na loja. Cerca de 66% dos europeus consideram os terminais direcionais muito úteis para geolocalizar na loja os produtos que lhe interessam. Personalizar um modelo com várias variantes para ver o que dá é algo que também seduz uma parte considerável dos consumidores (64%).

Se os consumidores têm preferência por serviços que respondam às suas necessidades mais práticas, a verdade é que estes procuram cada vez mais aplicações que multipliquem as possibilidades de compra. Assim, a digitalização das lojas deve permitir ao consumidor encontrar a sensação de escolha ilimitada que lhe é oferecida em paralelo pela Internet. Os terminais interativos e os tablets disponibilizados constituem uma boa forma de alargar a escolha proposta à clientela na loja física.