"Ganhar Marca" é o mote para novo mandato dos órgãos sociais da Centromarca

14 MAIO 2015
João Paulo Girbal foi hoje reeleito Presidente da Centromarca, iniciando assim o seu terceiro mandato à frente da associação. A nomeação foi anunciada após a Assembleia Geral da Centromarca, na qual foram eleitos os órgãos sociais.

É com um enorme orgulho e sentido de responsabilidade que volto a assumir o cargo de Presidente da Centromarca. Para esta nova etapa, prometemos dar continuidade às ações que resultaram em ganhos reais para os detentores das marcas, mas queremos também alargar o nosso foco para ações que promovam a criação de valor, associada ao desenvolvimento de uma cultura de marca em Portugal. Temos a pretensão de nos tornarmos incontornáveis para todos os que, no nosso país, fazem parte do que poderemos designar como o ecossistema das marcas”, refere João Paulo Girbal, Presidente da Centromarca.

Sob o mote “Ganhar Marca”, a Centromarca quer, neste novo mandato, dar resposta às necessidades das marcas, refletindo as preocupações presentes e orientando-as para o futuro, com o objetivo de reforçar um ambiente de concorrência leal e intensa para as marcas, que encoraje a inovação e que garanta um máximo de valor para os consumidores.

Fazer da Centromarca uma associação mais visível e útil para as marcas, através da promessa “Ganhar Marca”, é um objetivo claro para os próximos anos. Vista como a “Casa das Boas Marcas”, a Centromarca quer gerar um movimento aglutinador, convergindo valências para um objetivo comum: a defesa da Marca.

Para isso, vai desenvolver três eixos de ação: Pensar Marca, no qual se enquadram as áreas de atuação mais tradicionais da Centromarca e que é responsável pela notoriedade já alcançada; Ser Marca, enquanto eixo de incubação, aceleração e promoção de novas marcas, numa perspetiva de reforço do seu valor; e Fazer Marca, que pretende gerar visibilidade, notoriedade, reputação e criação de valor para todos os stakeholders envolvidos, visando o reforço efetivo do ecossistema das marcas.

Depois um período em que a construção de novas regras de funcionamento do mercado gerou alguma natural tensão entre os stakeholders, antevê-se um período em que o diálogo terá que imperar para a consensualização de soluções que melhorem e agilizem toda a cadeia de valor, também em benefício do consumidor”, explica João Paulo Girbal.

A Direcção, onde estão representadas doze empresas associadas, apresenta duas novas empresas, verificando-se igualmente a renovação da composição dos restantes órgãos sociais. Pedro Pimentel é também reconduzido no cargo de Diretor-Geral da Centromarca.