Porto recebe a 35.º Convenção Europeia de Cervejeiros

20 MAIO 2015
Na 35.º Convenção Europeia de Cervejeiros, que vai ter lugar de 24 a 28 de maio, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, cervejeiros de todo o mundo vão juntar-se para debater os mais recentes desenvolvimentos técnicos e científicos do sector. É a terceira vez que o Congresso se realiza em Portugal, depois do Estoril (1971) e Lisboa (1991).

A associação Cervejeiros da Europa, de que a APCV – Associação Portuguesa dos Produtores de Cerveja é filiada, reitera a importância da investigação, inovação e novas tecnologias para o crescimento sustentado do sector europeu da cerveja.

Na Europa existem mais de 5000 unidades de produção de cerveja, as quais produzem anualmente cerca de 38 biliões de litros de cerveja. A cadeia de valor do sector cervejeiro representa um forte contributo para o PIB europeu e engloba o fornecimento de matérias-primas agrícolas, nomeadamente cereais e lúpulo, de equipamento e maquinaria utilizados no processo de produção de cerveja, bem como a embalagem, transporte e armazenamento da cerveja. Todas as empresas que participam nesta cadeia de valor ajudam a assegurar a distribuição de um produto de elevada qualidade às empresas que comercializam a cerveja. Só na Europa, a cadeia de valor do sector da cerveja é responsável pela existência de 2 milhões de empregos”, refere o comunicado.

Investigadores, académicos e técnicos cervejeiros de toda a Europa, bem como do Japão, Estados Unidos e América Latina, irão apresentar durante três dias no Porto, alguns dos mais recentes desenvolvimentos científicos na arte de produzir cerveja e discutir o papel que a tecnologia e inovação podem desempenhar no processo de produção desta bebida milenar.

Em simultâneo com o Congresso irá decorrer uma exposição onde os produtores de cerveja poderão conhecer e trocar impressões com fornecedores da indústria e outros profissionais do sector.