Intermarché e DIA criam central comum para concorrer com SONAE e Jerónimo Martins

Intermarché e DIA criam central comum  para concorrer com SONAE e Jerónimo Martins

21 MAIO 2015
Está criada a CINDIA, a central de negociação comum para as compras em Portugal do Intermarché e do Grupo DIA.

Esta cooperação em condições paritárias exclui quaisquer negociações internacionais. Ambos os grupos manterão a independência nas respetivas estratégias comerciais, nomeadamente no que respeita a política comercial e a gestão da redes próprias de pontos de venda.

A CINDIA está mandatada para negociar em exclusivo, já no corrente ano, com os maiores fornecedores de produtos de marcas nacionais e internacionais. O mandato de negociação não abrange os produtos frescos tradicionais de origem agrícola e os produtos da pesca, nem, tão pouco, as negociações com PME.

De acordo com os dois grupos de retalho, o objetivo da CINDIA é otimizar as condições de aquisição para ambas as insígnias, melhorando em simultâneo a oferta de serviços aos fornecedores.

Esta cooperação, através da central comum, permitirá ao Intermarché e ao DIA competir mais eficazmente com as duas empresas que lideram o mercado da distribuição em Portugal, proporcionando assim vantagens qualitativas e quantitativas aos consumidores e preservando a dinâmica concorrencial gerada pelas insígnias de ambos os grupos”, assumem as insígnias em comunicado de imprensa.