Aldi passa a vender Nivea

16 MAIO 2013

O Aldi acrescentou a marca Nivea ao sortido que disponibiliza nas suas lojas na Alemanha.

Segundo o Lebensmittel Zeitung, após extensas negociações, cerca de uma dúzia de referências da marca da Beiersdorf passarão a estar presentes nas prateleiras do operador de discount a partir deste mês de maio. Esta é a primeira marca no departamento de beleza do Aldi, após a retirada da Kukident, marca da Reckitt Benckiser, há alguns anos.

Até agora, no mercado doméstico, a decisão de acrescentar marcas líderes de mercado ao seu sortido apenas resultou numas quantas introduções, ao passo que no exterior esta abertura está a processar-se a um ritmo mais rápido. Mas a disponibilização de várias bebidas da Coca-Cola, no outono passado, resultou em significativos ganhos nas vendas sem que, em contrapartida, se tenham canibalizado as ofertas de marca própria.

É assim expectável que o Aldi continuea aumentar o número de marcas de fabricante presentes nas suas lojas, quer no mercado doméstico, quer a nível internacional. Segundo a IGD, nos últimos dois anos, este “portfólio” tem sido ampliado, mas o número de marcas depende do mercado em causa e das preferências dos consumidores locais, destacando-se a Suíça e a Áustria como os mercados onde existe uma maior proporção das marcas de fabricante, em contraste com França e Bélgica. Ambas as divisões, Aldi Süd and Aldi Nord, têm vindo a integrar cada vez mais marcas de fabricante, mas tem sido a Aldi Süd a que mais acelerou este processo. Em algumas categorias, são oferecidas várias marcas para dar mais opções de escolha ao consumidor. Por exemplo, na Hungria, a Aldi Süd disponibiliza agora as marcas Pedigree, Whiskas e Chappi na categoria de “pet food”. A Procter & Gamble e a Ferrero são dois dos fornecedores já habituais do discounter, contando ambos com várias marcas nas suas lojas. São cada vez menos os mercados e as categorias onde não existe nenhuma alternativa de marca de fabricante.

Nos próximos meses, o Aldi deverá continuar a ampliar a sua oferta de marcas de fabricante, nomeadamente na Alemanha. Este ainda é o mercado mais importante, com mais de quatro mil lojas, e para os fornecedores que se queiram aproximar do discounter.